top of page
  • Foto do escritorNatália Salgado

Um conto de Natal!

O que um conto de Natal tem a ver com crochê?


Aqui no Blog procuro trazer conteúdos que sejam relevante para nossa comunidade do crochê. E se você ainda não passeou pelas categorias de post aqui do Blog vale a pena visitar tem receitas, crochê para iniciantes, dicas de crochê, dicas de cuidados com seu negócio e entrevistas no quadro entrelinhas do empreendedorismo. E como esse é um post de fim de ano eu queria trazer uma reflexão com uma sugestão para o próximo ano.


Então vamos colocar contexto em minha sugestão: ontem, quando estava perdida em meus devaneios e sem sono, me deparei com uma publicação que pedia para escrever um conto. E vendo as respostas, resolvi brincar também.


Prontamente me dispus a escrever e fiz com prazer, se ficou bom ou ruim, essa não é a questão. A questão aqui é que foi prazeroso, e exercitar a escrita criativa trás uma série de benefícios, principalmente para quem quer produzir conteúdo na internet e se você vende suas peças, com certeza, você precisa produzir conteúdo.


Vou deixar aqui a postagem para que você possa ir lá conferir e quem sabe deixar seu conto também.


E como esse fato pode ser relevante para o nosso universo de crochê?


Ao trabalharmos com crochê, perdemos o nosso hobby, nosso lazer, visto que, para muitas de nós, hoje ele se transformou no nosso trabalho.


Eu quero te convidar a buscar algo para te trazer paz e relaxamento. Sabe, um novo hobby, algo que você faz para relaxar. Eu me vi fazendo algo que me deu prazer ao escrever o conto e também desde que voltei a escrever aqui no Blog.


Então, te convido a procurar uma atividade pode ser escrever, ler, pintar, bordar, ver o sol, andar de bicicleta ou até mesmo tomar um café em paz. Sem se preocupar!

Somente pelo fato de se agradar e sentir-se bem.


Nesse momento, muitas empresas, e, se você vende mas ainda não se vê como empresa, chegou a hora de começar a pensar nisso; estão fazendo o planejamento para o próximo ano e se tem uma meta, ou algo que deva entrar no seu planejamento de 2024 seria procurar uma atividade assim.


Me conte se tem alguma coisa que você gostaria de fazer e ainda não fez, ou algo que você gostaria de voltar a fazer por puro prazer. Eu quero mais ideias de novos hobbys!


Vou deixar aqui o meu conto, registrado para que você possa ler e se inspirar na sua busca!


O Natal da Dona Maria


Pela janela, que emoção, neve?!

Nada disso, aqui não tem neve.

Temos nuvens cinzas que se revezam com uma chuva fina no telhado.

O Natal aqui é representado pelas luzes que piscam anunciando a chegada desse tempo que para alguns é nostálgico para outros melancólico!

Em casa, dona Maria típica mãe coruja. Não mede esforços para servir, sempre se esforçando para celebrar essa data com muito carinho e fazendo o possível para reunir a família.

- Mas mãe vou chegar tarde! Diz a filha.

Dona Maria não arreda o pé! Rs

Em seu cardápio da noite, refeições para ao menos 20 pessoas. Mas a verdade é que serão apenas ela seus 2 filhos, cônjuges e um netinho.

É tarde, mas quem se importa.

A família chegou!

Dona Maria mais do que depressa com seu avental e seu cardápio extenso já coloca uma faca e uma cebola na mão de um e passa a missão da sobremesa para outro.

E pasmem sua filha convidou outra família e amigos resolveram aparecer. Dona Maria sabe que a família sempre aumenta na última hora.

Os filhos típicos e ciumentos sempre tentando provar que outro é o mais querido.

- Mamãe sempre te deu privilégios.

- Você é que sempre fez o que queria.

Para Dona Maria isso era música para o ouvidos. Seus filhos estavam em casa!

Em meio aos alfinetadas de ambos e as memórias passadas a ceia fica pronta. Hora da partilha!

Nessa, já não mais tão pequena família, papai Noel é mais conhecido como São Nicolau. Aqui o grande esperado da noite é um menino. E ninguém espera por presente. Exceto o netinho, claro.

Orações à mesa. Prontos para comer! Mas… não antes do mais esperado. O menino Jesus recebe seu lugar na manjedoura do presépio mais simples que Dona Maria pode comprar.

É isso, tudo pronto para celebrar! Sorrisos, piadas, alfinetadas e muita, muita recordação.

O netinho: -Vovó, cadê o vovô?!

Em todos as lágrimas vieram aos olhos.

- Meu bem, o vovô está esperando a vovó numa grande ceia com uma família ainda maior. Em breve estaremos juntos.

Sem entender, mas respeitando as lágrimas, aceitou um pouco inconformado, aquela explicação.

Todos cansados, ajeitando um cantinho para passar a noite ali. Nada de estrada, após as bebidas.

Cada um no seu sono.

E dona Maria recebe uma visita.

Sentiu seu colchão afundar e o cheiro característico que ela conhecia bem. E sem abrir os olhos, disse:

- Ele perguntou por você!

- Eu sei.

- Chegou a hora?

- Ainda não. É só um milagre de Natal.

- Obrigada por vir.

- Nunca me esqueço, você sabe!

- Sim. Um beijo.

Assim, Seu Zé se despede e sai de mãos dadas com o menino Jesus.

Termina mais uma noite de Natal na casa da Dona Maria.


Beijo da Nat! :*



23 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page