top of page
  • Foto do escritorNatália Salgado

É importante forrar?!

Atualizado: 5 de nov. de 2023

Porque eu digo OUSAR a forrar!


Pra te explicar isso eu preciso te contar da minha trajetória fazendo bolsas e como eu via a necessidade de forrar.


Desde que eu comecei a fazer e ensinar bolsas de crochê lá em 2016!

O forro sempre foi uma dúvida recorrente entre as alunas.

Sempre existiam as perguntas :


"É necessário forrar?"

"Como eu coloco zíper?"

"Você conhece alguém que faça ou ensine forrar?"


E eu confesso que eu mesma não forrava naquela época, apesar de achar importante.

Dava um "bug" na minha cabeça quando eu terminava uma peça e não sabia como fechar a boca da bolsa. Muitas pessoas encontraram solução pra isso colocando os tais botões imantados, mas confesso que os botões nunca me agradaram de fato.


Eu não me convencia que o botão ali era suficiente. Além do mais uma bolsa sem forro sempre me limitou a fazer bolsas que tivesse a trama muito fechada e mesmo assim eu ainda tinha medo de perder objetos por entre a trama.


Forrar para mim era importante, mas eu não sabia costurar, ainda me lembro quando fiz minha primeira bolsa e como foi frustrante não saber forrar. Me lembro de tentar aplicar um zíper na boca da bolsa sem forro, mas a costura desse zíper ficava toda aparente dentro da bolsa.


Fazer forros envolve uma técnica que nada tem a ver com crochê e por isso causa um certo receio em quem domina a técnica do crochê mas nada sabe sobre costura. E o medo e "preguiça" de aprender mais uma técnica abala muitas pessoas.


E acho até que foi por isso que se instaurou uma visão de que forro é "bobagem" e que não precisa forrar. Porque isso de ter que forrar forçariam quem ensina a ter que fazer forros também e poderia afugentar quem está em busca de aprender fazer bolsas de crochê. Porque logo de cara a pessoa teria que aprender duas coisas. Crochê e costura.


Mas ainda assim no coração de algumas pessoas ainda ficava aquele sentimento de que faltava alguma coisa e começaram a fazer um forro feito de crochê também em linha fina. Mas no meu conceito isso só demora mais.


E para quem tem intuito de trabalhar coma venda das peças tempo influencia diretamente no valor final da peça. É claro que para uma pessoa inexperiente fazer um forro costurado também vai demorar. Mas com a pratica fazer o forro costurado se torna muito mais rápido. E claro que mesmo para quem não vende as bolsas, quem não quer mais tempo disponível para fazer mais coisas.


Para resolver essa questão para mim e para minhas alunas, eu resolvi aprender a costurar, fiz cursos na área de costura criativa, mas para desenvolver os forros para bolsas eu tive que quebrar a cabeça, perdi muito tempo e desperdicei muito material para conseguir desenvolver forros para os mais diversos formatos de bolsas que nós produzimos.


Hoje eu me considero especialista em forros e quem me acompanha mais fielmente nas redes já pode ver isso em lives e vídeos onde eu ensino a forrar.


Eu digo, "ouse forrar" porque se tornou um grande diferencial de mercado poucas crocheteiras estão investindo nisso, quando as clientes veem as bolsas forradas elas ficam surpresas e veem muito mais valor nas peças. Veja o relato da minha aluna que faz feiras.



E pra você que ainda está no time "não há necessidade de forrar" saiba que mesmo grandes marcas de bolsas de couro, que não teriam "necessidade" de forro forram todas as suas bolsas.


Então "ouse forrar" e venha para o curso aprender comigo a fazer seus forros de maneira bem objetiva e sem desperdício de tempo e material.


Clique aqui e saiba mais sobre o Curso Ouse forrar!






51 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page