Design sem nome (11).png
nataliasalgado.png
Inscreva-se para imersão 

Obrigado por se inscrever.

Ouse Forrar!.png
foto1.png
Ouse Forrar!.png

O que vamos ter na imersão

Dia 1

Como identificar o formato da bolsa e do forro

Dia 2

Materiais, tipos de tecido, zíper quais usar e por que?

Dia 3

Conhecendo a máquina de costura e os acessórios mais utilizados para forrar

Dia 4

Matelassê como fazer e porque usar essa técnica para forrar

Dia 5

Aula completa de um forro com zíper

Design sem nome (4).png

Sou criativa desde criança e ainda muito pequena eu queria fazer roupas para minhas bonecas mesmo sem saber costurar. Como perdi meu pai muito cedo (aos 12 anos) penso que minha família quis cuidar de mim e para esse cuidado me apresentaram o artesanato, como uma terapia para não sofrer tanto. Foi aí que eu conheci o bordado em ponto cruz, aprendi crochê, tricô, vagonite, bordado com fita, arraiolo, tudo nesse época. 

Mas a vida de adolescente veio, vieram os interesses por rapazes

e busca por profissão. Como sou filha de comerciantes, claro a vida me levou por esse caminho. Fiz faculdade de Gestão Comercial e atuei um tempo no comercio local da minha cidade e logo depois fiz concurso para trabalhar em escola do estado de MG. 

Antes de atuar na escola passeando pela internet vi alguém usando fio de malha em rolo. Aquilo despertou algo que estava adormecido em mim. Me lembrei que já sabia fazer crochê e inclusive já tinha trabalhado com tiras de malha. Mas quando fiz tapetes de malha foi com tiras que cortei de uns retalhos que havia ganhado.

 

Quando me lembrei disso corri para comprar malha em rolo. Comprei um rolo que achei no armarinho, o rolo não deu, quando voltei no armarinho já não tinha mais. Foi quando comecei a revender os fios para poder ter para usar. Já que era tão difícil encontrar nos armarinhos.

De lá pra cá não parei mais. Comecei a dar aulas on-line, depois montei meu próprio armarinho em BH e comecei também a dar aulas presenciais de crochê.

Como eu ensino muitas bolsas, minhas alunas sempre me perguntaram como dar acabamento, forrar essas bolsas. 

Eu mesma, sentia essa necessidade de forrar.

Muitas vezes fiz bolsas que nem eu mesma usei porque não sentia que elas estavam prontas pra uso. Sentia a necessidade de algo mais. Algo que protegesse meus objetos e ainda pudesse dar um aspecto de bolsa de loja. Também queria muito colocar zíper e não gostava do acabamento do zíper direto nas peças. Visto que tinha essa necessidade comecei a forrar.

Fiz muitos testes, muitos forros de maneira mais simples, mas que ainda não tinham chegado no resultado que eu considerasse bom. 

Mas insistindo e aprendendo a costurar consegui chegar numa técnica que eu aplico hoje e que me oferece um resultado incrível de acabamento. E é essa técnica que quero compartilhar com você nesse curso. 

  • Instagram
  • Facebook
  • YouTube

​© 2017 por Natália Salgado

Quem sou eu!.png
Design sem nome (5).png